Pictures of Lightning

Pesquisar este blog

Páginas

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

LICOR CASEIRO



Figo de Natal, tâmara, uva passa, erva cidreira,

hortelã e erva doce. Picar tudo em pedaços pe-

quenos; de preferência usando as mãos. Não uti

lize instrumentos de metal,plástico,madeira,etc.

1/3 ou pouco mais da massa, em álcool neutro..,

deixando espaço suficiente a permitir agitações

periódicas que facilitam a absorção. Sempre em

recipiente de vidro, tapado com rolha de cortiça

Após 30 dias separe o bagaço espremendo-o de

modo a retirar o líquido retido.Reinicie o proces

so com a mesma quantidade de nova massa, re-

duzindo em 20% a de álcool. Após 40 dias proce

da da mesma forma. Repita pela terceira vez, di

minuindo o álcool em 30%... Passados 60 dias,

note uma coloração próxima do carmim. Obser

ve a densidade e o aroma. Ela não é tão densa

quanto a de um licor..em si.. Transfira a bebida

separada do bagaço para um pote de boca larga

tapando-o com 3 ou 4 unidades de véu branco

sobrepostas,fixando-as esticadas com auxílio de

um elástico pressionado na lateral externa. Man

tenha em descanso durante 3 dias para que as

impurezas se depositem no fundo. Concluído is-

so, retire o licor usando uma seringa de 20 ml...

(descartável), passando-o ao recipiente definiti

vo.

Nota: Associar de modo desejável, teor alcoólico

com teor da essência, penso não ser possível

através deste método artesanal. A evaporação

do álcool leva consigo parte proporcional da es-

sência, ou seja, teor alcoólico baixo, consequen-

te diminuição de aroma e sabor...

Fiz isso há 4 anos: fragrância espetacular den-

tro de 43 graus de teor alcoólico. Dizer sobre o

sabor, não posso, porque não tolero bebida al-

coólica... Ass/Jorge Alonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário